O Movimento

BAIXE A PROGRAMAÇÃO AQUI

Segundo Nietzsche o contemporâneo é o que dialoga com as questões do seu tempo.

O Século XXI pede uma moda mais diversa, com formas de se vestir que deem sentido para as pessoas, e que contribua para a sustentabilidade do planeta e respeite a diferença do outro. O espírito do tempo (Zeitgeist) da moda contemporânea não pode mais ter como imperativo o desperdício pela obsolescência programada e a indiferença com aqueles que fazem nossas roupas em condições insalubres. Exige-se uma nova ideia de moda que teça outros significados sociais para o ato de se vestir e que tenha como filosofia de vida e estilo o respeito com o próximo, com os animais e com a sustentabilidade do planeta.

Vestir-se deve ser um ato de liberdade individual e uma demonstração de atitude moral com valores éticos universais, como justiça, felicidade e tolerância.

Os apoiadores, simpatizantes e organizadores do Movimento MCM acreditamos, assim, que outra moda é possível e diferente do que tem sido, como agente de transformação social, prática cultural e exercício cotidiano de um consumo consciente, que faça bem a nós mesmos, ao próximo e ao mundo que nos cerca.

Um exército talentoso de jovens com ideias instigantes e espírito crítico empreendedor está transformando o mercado. E precisa de visibilidade.

Não se trata somente de produção de roupas autorais, mas também de ideias e práticas criativas: colaboração, empoderamento, desapego, empreendedorismo, sensibilidade, artesania, preservação de memórias, reaproveitamento, vida mais slow, felicidade.

O Movimento MCM quer apresentar parte da riqueza que existe na pluralidade da moda mineira, ainda pouco explorada, diante da diversidade cultural brasileira, e convidar você a repensar e a ressignificar suas roupas e sua forma  MCM vai mostrar que, mais do que ser diferente em seus looks cotidianos, o importante é respeitar a diferença do outro e, assim, fazer a diferença na realidade em que vivemos.

Sinestesia

BAIXE A PROGRAMAÇÃO AQUI

O Espaço Sinestesia traz as experiências   que conectam o pensamento do criador e quem consome sua marca. As imagens educam, transmitem pontos de vistas e transportam a moda para além da roupa. Por isso, ações como performances, desfiles e happenings são importantes. É o momento da experiência estética do público pela emoção e empatia do pensamento criativo da marca.

LINE UP OFICIAL MCM

O salão Sinestesia, dentro do evento MCM – Moda Contemporânea Mineira, que acontece no próximo dia 02 e 03 de dezembro das 10H às 20h no PlugMinas – Horto, com programação variada e gratuita de moda, apresenta a seleção de 10 desfiles que comporão o line up oficial.

Confira o line up:

 

As marcas selecionadas pela curadoria do evento estão comprometidas com alguns dos princípios defendidos pelo Movimento MCM:

  • Produzir de maneira local e autoral;
  • Preservar a memória, saber local e sabedoria popular brasileira;
  • Manter práticas artesanais e de comunidades locais;
  • Comprometer-se com princípios de sustentabilidade;
  • Praticar comércio justo;
  • Gerar emprego e renda para comunidades do interior, de baixa renda ou grupos em situação de risco social, pessoas com deficiência, LGBTQIs, empoderamento feminino, imigrantes e expatriados, promovendo igualdade racial, tolerância religiosa, paz e bem-estar nas comunidades em que atuam;
  • Combater o trabalho análogo à escravidão;
  • Ajudar na luta contra injustiças sociais, apoiando minorias, grupos em situação de risco social, pessoas com deficiência, LGBTQIs, empoderamento feminino, imigrantes e expatriados, promovendo igualdade racial, tolerância religiosa, paz e bem-estar nas comunidades em que atuam;
  • Promover bem-estar e estilos para idosos;
  • Desenvolver ideias que façam o bem ao próximo, ao planeta e aos animais.

MCM é o primeiro festival de moda do mundo inteiramente aberto ao público, gratuito, slow, diverso e inclusivo. Reúne novos talentos da moda que estão no mercado com uma nova filosofia, além de roupas, estas marcas promovem causas que fazem o bem ao planeta, ao próximo e aos animais.

PensAÇÃO

É o Espaço PensAção para trocas de conceitos e experiências, onde o pensar coletivamente deve gerar ideias que se transformem em ação, a fim de termos uma moda melhor e diferente do que tem sido. Talks, bate-papo, vivências, histórias inspiradoras e reflexões críticas. Da teoria para a prática da realidade e da experiência prática que gera novos pensamentos: eis a dialética do conhecimento posto em prática.

 

Roda de conversa com estilistas, jornalistas, advogados e professores na 1ª Edição do Movimento Moda Contemporânea Mineira

O Espaço PensAção faz parte das atividades culturais da 1ª Edição do Movimento Moda Contemporânea Mineira, que acontece 2 e 3 de dezembro, no Plug Minas, Horto. É uma roda de conversa com especialistas, profissionais do mercado e do meio acadêmico para refletir sobre uma outra moda possível: mais justa, sustentável, autoral, diversa & inclusiva. Com curadoria da jornalista, professora de Ética e pesquisadora de Moda, Valéria Said.

Para participar dos painéis “Empreendedorismo & Economia Criativa”, “Slow Fashion & Sustentabilidade”, “Diversidade & Inclusão na Moda” e “Moda& Tecnologia” é preciso fazer pelo Sympla. A entrada é gratuita e sujeita à lotação. Conheça os participantes:

 

Empreendedorismo & Economia Criativa

Sábado, 02 de dezembro, de 9 às 12 horas, auditório Plug Minas

ANA SUDANO – Criadora da marca Grama, focada em moda sustentável, com práticas de responsabilidade social e ambiental desde as matérias-primas e beneficiamentos até as parcerias que valorizam o desenvolvimento social e o uso de técnicas e saberes tradicionais. É consultora criativa e realiza palestras, oficinas e workshops sobre design sustentável. Participa do movimento Fashion Revolution desde 2014, onde é voluntária como Diretora de Produção.

GERALDO MAGELA – Mestre em Administração, com atuação em Cooperativismo, Inovação e Competividade. Consultor em Negócios e Planejamento Estratégico de micro e pequenas empresas e entidades associativas. Vice-presidente do CicopaMercosul – Organização Internacional das Cooperativas de Produção Industrial, Artesanal e de Serviços (Comitê Subregional) que integra a ACI –Aliança Cooperativa Internacional.

RAFAELA COELHO– Editora do Dasplus, primeiro site de estilo, comportamento e beleza plus size no mercado mineiro, que pertence ao Portal Uai/Estado de Minas. Pós-graduada em Gestão de Marcas e Identidade Corporativa/Branding. Atua como modelo, professora do curso de modelo e manequim da Agência Doze, consultora de marcas e estilo pessoal com formação pela EM Modas e Oficina de Estilo.

 STÉFANO FALCÃO– Advogado, sócio da Drummond &Neumayr Advocacia, escritório que, desde 1999, atua exclusivamente na área do direito do entretenimento (media andentertainmentlaw), com foco em propriedade intelectual, marcas, negociações e contratação de profissionais estrangeiros (questões imigratórias). É membro da Comissão de Direito do Audiovisual, da Moda e da Arte da OAB-MG.

 

“Slow Fashion & Sustentabilidade

Sábado, 02 de dezembro, de 14 às 17 horas, auditório Plug Minas

ANDRÉIA SALVAN – Doutoranda em desenvolvimento de têxteis para aplicação no setor de moda e pesquisadora na área de inovação em materiais na joalheria. Consultora via SEBRAETEC às microempresas, capacitando-as em planejamento de coleção, marketing de moda, busca de fornecedores de materiais e de serviços do setor de moda.

BÁRBARA VANONI – Designer, produtora de moda, advogada especialista em Fashion Law e coordenadora de Direito da Moda e da Comissão de Direito do Audiovisual, da Moda e da Arte da OAB-MG. Fundadora do blog Além da Imagem, direcionado ao Fashion Law/Fashion Business/Fashion do Brasil. Professora do primeiro Curso de Fashion Law de Minas Gerais/Denise Aguiar.

CAROLINA BICALHO – Estilista industrial e especialista em jeanswear, coordenou por 15 anos projetos e coleções em indústrias de confecção como a Vide Bula, e desenvolvimento de produtos e direção de arte de estamparia para indústrias têxteis. Doutoranda em Design,é pesquisadora de indumentária de caráter antropológico feita in loco sobre a indumentária tradicional milenar asiática e da América Latina. É gestora de projetos culturais no Museu da Moda de Belo Horizonte (Mumo), como o  Slow Week e a  Aula Aberta no Mumo.

GABRIELA MARCONDES SCHOTT – Consultora em gestão socioambiental dos resíduos têxteis e idealizadora, curadora e produtora executiva do projeto Eco-Materioteca. Mestra em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local e professorano curso de pós-graduação MBA em Direção Criativa de Moda da UNA.Autora do Manual para Implementação da Gestão Socioambiental dos Resíduos Sólidos Têxteis nas indústrias de confecção do vestuário.

MÔNICA HORTA – Jornalista e consultora de moda, é pioneira no Brasil em cobertura de moda sustentável, colunista de moda do Mídia Ninja e  ex-colunista do FFW, com experiência de mais de duas décadas em cobertura de semanas de moda no Brasil e no exterior. Criadora do Movimento Ecochic, fundamentado na força intelectual da economia criativa/colaborativa e na sabedoria funcional do saber/fazer artesanal. Como artista têxtil, faz exposição inédita para a 1ª Edição do Moda Contemporânea Mineira, na Galeria de Artes do Plug Minas, “Experimente-se”, uma série de obras feitas de papelão com tinta orgânica de carvão, de rostos de grandes nomes da moda brasileira, que ganharam intervenções e têm seus olhos e bocas apresentados como ferramentas de resistência e transformação.

RONALDO SILVESTRE – Designer, consultor em desenvolvimento de coleção, tendências de mercado, de materiais e aviamentos, planejamento e gestão de produção. Estilista revelação do Minas Trend 2017, ganhou o primeiro lugar no concurso Readyto Go, ao apresentar uma moda ética, política e sustentável, com peças que refletem questões contemporâneas da sociedade, como sustentabilidade, eco designer e a preocupação sócio-econômica-ambiental dentro da economia criativa.

 

“Diversidade & Inclusão na Moda”

Domingo, 03 de dezembro, de 9 às 12 horas, auditório Plug Minas

GIL SOTERO – Jornalista ativista do movimento moda e diversidade que incentiva o uso de saia no dress code masculino, tendo realizado alguns atos contra a LGBTfobia e membro do Jornalistas pela Diversidade, grupo que discute as narrativas jornalísticas e representações da comunidade LGBTIQ nos meios de comunicação mineiros.

 JOSÉ BARBOSA JR. – Teólogo, pastor batista, articulador regional da Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito, defensor dos Direitos LGBTQI +, escritor e autor do livro Muito pouco ou quase nada, da Fonte Editorial. Fundador do Movimento “Jesus Cura a Homofobia”.

LÁZARO DOS ANJOS – Produtora de Moda, performer e trans ativista, defensora da causa LGBTQI +, ilustradora, com duas marcas próprias em desenvolvimento.

 

 

LUCIANA DULCI– Doutora em Sociologia pela UFMG, professora na UFOP e presidente do Comitê de Pesquisas em Ciências Humanas, Letras e Artes da PROPP/UFOP. Membro da Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda (ABEPEM), do Comitê Científico do Colóquio de Moda (congresso internacional) e parecerista de periódicos científicos das áreas de Ciências Humanas, Artes e Moda. Tem a moda plural como objeto de estudo de suas pesquisas.

MAKOTA KIZANDEMBU– Diretora de Políticas para Igualdade Racial da Prefeitura de Belo Horizonte (DPIR). Cofundadora e presidenta da Associação Nacional da Moda Afro-Brasileira (ANAMAB). Também é cofundadora do Fórum Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional dos Povos Tradicionais de Matriz Africana (FONSANPOTMA), da Casa Dandara e do Coletivo de Empresários e Empreendedores Afro-Brasileiros (CEABRA-MG/Coletivo). Coordenou o Projeto Brasil Afroempreendedor em Minas Gerais. Diretora de Planejamento Estratégico da Rede Brasil Afroempreendedor (REAFRO).

 

“Moda & Tecnologia”

Domingo, 03 de dezembro, de 13 às 15 horas, auditório Plug Minas

 CARLOS TEIXEIRA– Jornalista, com especializações em comunicação integrada, gestão da informação e inteligência de mercado. Produtor do site Radar do Futuro, publicação digital especializada em produção de conteúdos destinados a conscientizar pessoas sobre os impactos das transformações sociais, culturais, econômicas, politicas e tecnológicas que afetam a sociedade, com destaque para o futuro da Moda.

DÊNIS GERALDO FRAGA– Doutorando em Tecnologia Ambiental pela Universidade de Ribeirão Preto –UNAERP, professor no Centro Federal de Educação Tecnológica – CEFET no Curso Técnico em Produção de Moda. Desenvolve projetos nas seguintes áreas: sistema flexível para desenvolvimento de produtos, metodologia para etiquetas de vestuário e métodos de modelagem planificada do corpo humano para vestuário. É autor do livro O pulo do gato – Modelagem Industrial Feminina – Método de Planificação do Corpo – Desenvolvimento de Bases (Editora Casa Oito, 2012).

EDUARDO PAIXÃO– Formado em Química Têxtil, pelo SENAI CETIQT do Rio de Janeiro e graduando em Design de Moda pela UNA. Há 11 anos é estilista da Cedro Têxtil, sendo responsável pela criação do setor na empresa. Foi supervisor de acabamento têxtil da Horizonte Têxtil e responsável pelo desenvolvimento de produtos na empresa (tinturaria, estamparia e tecelagem). Atualmente, é responsável pela relação institucional da Cedro Têxtil com as grandes marcas de moda do país e, juntamente com outras duas estilistas, pela captação de informações para desenvolvimento de produto e por toda a concepção de comunicação da companhia Cedro.

PAOLA MENEZES– Graduada em Design Gráfico pela UFMG, criadora do Árvore  de Design, com várias premiações regionais e nacional. Também é a idealizadora do Designlândia que, por mais de uma década, desenvolveu trabalhos de reconhecido valor e impacto para clientes de diversos setores de mercado: editoração, projetos culturais e moda.

 

SERVIÇO:

Onde: auditório do Plug Minas – R. Santo Agostinho, 1441 – Horto, Belo Horizonte.

Entrada: gratuita, mediante inscrição, sujeito à lotação.

Inscrição: Sympla

Experimentar

A proposta da Feira  Experimentar é promover o encontro entre pessoas e novas marcas autorais, com produtos em tiragens limitadas e/ou exclusivas, roupas com história, ressignificadas e feitas com qualidade para prolongar seu tempo de vida útil e, assim, aumentar a memória afetiva que elas representam para as pessoas que as usam.

News

Diversidade, inclusão social e sustentabilidade na passarela do Moda Contemporânea Mineira

Nos dias 2 e 3 de dezembro, no Plug Minas, acontece a 1º Edição do Movimento Moda Contemporânea Mineira (MCM). O evento reúne novos talentos da moda mineira, marcas que promovem uma filosofia de bem estar ao planeta, ao próximo e aos animais. Além de feira de negócios, palestras, atividades culturais e exposições inéditas, o …

Consultores de Imagem estilo slow fashion – Lista de selecionados

Temos o prazer de convocar os 11 selecionados para a atuação como Consultores de Imagem no Movimento Moda Contemporânea Mineira que ocorrerá nos dias 02 e 03 de Dezembro no Plug Minas Aletta Barreto Ana Carolina Nunes Annie Marielly Carol Meyer Erica Antunes Georgeana Bittencourt Giselle Amaral Joana Faria Leonardo Assumpçao Letycia Cruz Luana Vieira …

O Movimento Moda Contemporânea Mineira apresenta as marcas que vão fazer parte de sua 1ª edição

Entre 02 e 03 de dezembro, no Plug Minas, 27 marcas vão participar da Feira de Negócios do Movimento Moda Contemporânea Mineira (MCM). Todas foram selecionadas por edital do evento e vão expor e comercializar seus produtos no varejo. As marcas selecionadas atendem a alguns dos critérios que o MCM defende: Produzir de maneira local …